28 a 30 de agosto de 2017

Niterói / Rio de Janeiro
Faculdade de Economia
Universidade Federal Fluminense


Instituição Promotora: ABPHE

A Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica (ABPHE), fundada em 10 de setembro de 1993, é uma sociedade civil sem fins lucrativos, que congrega economistas, historiadores, cientistas sociais e outros estudiosos da história econômica e disciplinas afins (História de Empresas, História do Pensamento Econômico, etc.). A ABPHE é a principal organização científica nacional nesta área, promovendo estudos de História Econômica através de revista especializada (História Econômica & História de Empresas), publicação de livros e realização de encontros regulares, nos quais a comunidade acadêmica debate artigos e paradigmas de interpretação, conhece pesquisas em andamento e dialoga com pesquisadores de outros países. Além de estimular a discussão, o estudo e a pesquisa documental das transformações das estruturas econômicas, sociais e culturais ao longo da História, a ABPHE abre espaço para mesas e conferências sobre processos econômicos contemporâneos.

Atualmente a Associação é integrante da Associação Latino-Americana de História Econômica (CLADHE) e da Associação Internacional de História Econômica (WEHC). A ABPHE filiou-se à Associação Internacional de História Econômica em 1996 e tem desenvolvido atividades paralelas com as associações irmãs da Argentina e do Uruguai, intercalando com elas as datas de seus principais eventos, tais como seus congressos anuais. Também iniciou recentemente a interação com novas associações de Pesquisadores em História Econômica, como as do Chile e Espanha, que realizaram seus primeiros congressos em 2011.

Em dezembro de 2007, a ABPHE participou da realização do I Congresso Latino-Americano de História Econômica (CLADHE I) que teve lugar em Montevidéu (Uruguai). Em 2010, participou do II Congresso Latino-Americano de História Econômica (CLADHE II) na Cidade do México (México), em 2012 do CLADHE III em Bariloche (Argentina), em 2014, (CLADHE IV), sediado em Bogotá (Colômbia) e em 2016 o CLADHE V realizado na USP.

Entre os sócios honorários da ABPHE encontram-se pesquisadores e estudiosos que trouxeram significativas contribuições ao conhecimento da História Econômica do Brasil, como Alice Canabrava, Annibal Villanona Villela, Charles Ralph Boxer, Eulália Maria Lahmeyer Lobo, Frédéric Mauro, Nelson Werneck Sodré, Celso Furtado, Jacob Gorender, Roberto Cortés Conde e Tamás Szmrecsányi. Atualmente a ABPHE conta com cerca de 300 associados que representam profissionais com atuação em diferentes regiões e estados do Brasil.

A ABPHE por mais de 20 anos promove seus congressos regularmente, realizados bianualmente. Há 10 anos tem realizado, também regularmente, o Encontro de Pós-Graduação em História Econômica que reúne mestrandos e doutorandos com pesquisas no campo da História Econômica. Em 2017, a ABPHE dará início às comemorações dos seus 25 anos de existência durante o evento em tela, incluindo nas atividades comemorativas o lançamento de um livro com a História da Associação.

Além dos eventos científicos regulares – Congresso Brasileiro de História Econômica, Conferência Internacional de História de Empresas, Encontro de Pós-Graduação em História Econômica e Conferência Internacional de História Econômica – a ABPHE publica, desde 1998, a revista História Econômica & História de Empresas. Trata-se do único periódico brasileiro dedicado especificamente a esses campos do conhecimento, tornando-se o veículo preferencial para a publicação de textos dos pesquisadores da área. Com a publicação de dois números por ano, a revista se encontra em seu 19° volume. A atual comissão executiva da Revista é composta pelos professores Bruno Aidar (UNIFAL), Ivanil Nunes (USP) e Alcides Goularti Filho (UNESC). 

A ABPHE tem também patrocinado outras publicações. Com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), publicou coletânea de trabalhos apresentados no I Congresso Brasileiro de História Econ&o circ;mica e 2ª Conferência Internacional de História de Empresas, no total de cinco volumes: História Econômica do Período Colonial (organizadores: Tamás Smrecsányi e José Roberto do Amaral Lapa); História Econômica da Independência e do Império (organizado por Tamás Szmrecsányi); História Econômica da Primeira República (organizadores: Tamás Szmrecsányi e Sergio Silva); História Econômica do Brasil Contemporâneo (organizado por Tamás Szmrecsányi e Wilson Suzigan) e História de Empresas e Desenvolvimento Econômico (Tamás Szmrecsányi e Ricardo Maranhão). O professor Celso Furtado cedeu à ABPHE os direitos autorais do livro que corresponde à tradução de sua tese de doutorado, defendida na França e até então inédita, e cuja tradução foi publicada pela Editora Hucitec sob o título de Economia Colonial no Brasil dos séculos XVI e XVII. A ABPHE também colaborou na publicação do livro Escritos selecionados de Annibal Villela, editado pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) do qual o autor foi diretor.

Depois de 25 anos de sua fundação, parece legítimo afirmar que a ABPHE se tornou um núcleo importante de congregação dos pesquisadores de História Econômica no Brasil procurando levar, para além dessa comunidade, os resultados das pesquisas nesse campo do conhecimento por meio de suas várias atividades.


Organização e Apoios:

Associação Brasileira de Pesquisadores em Historia Econômica