Carta aberta ao Programa de Pós-Graduação em História Econômica da USP

05/10/2017


Warning: Missing argument 2 for troca_codigos(), called in /home/cladh309/public_html/noticia.php on line 16 and defined in /home/cladh309/public_html/lz-admin/funcoes_congresso.php on line 804

A Diretoria e o Conselho de Representantes da ABPHE decidiram escrever uma carta de apoio ao Programa de Pós-Graduação em História Econômica da USP a partir da divulgação das notas de Avaliação dos Programas de Pós-Graduação da CAPES.

Leia abaixo a íntegra da declaração:

 

Carta Aberta ao Programa de História Econômica da USP

 

A Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica (ABPHE) vem a público manifestar seu apoio ao Programa de Pós-Graduação em História Econômica da Universidade de São Paulo (PPGHE/USP) que recentemente obteve na avaliação quadrienal da Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (CAPES) nota que levou ao descredenciamento de seu doutorado.

A ABPHE, como instituição que congrega profissionais em História Econômica de inúmeras instituições de ensino e pesquisa do país, tem procurado estreitar os laços com as agências de fomento à pesquisa como a CAPES e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no sentido de aumentar a sua representação nas comissões e fóruns destas instituições, sempre buscando contribuir para desenvolver métodos e critérios mais adequados na avaliação de uma área interdisciplinar que possui características bastante próprias.

É importante ressaltar que a ABPHE não está questionando os critérios utilizados pela CAPES, ou a necessidade de avaliação dos programas de pós-graduação no país – obviamente entendemos que os critérios de avaliação precisam ser constantemente revisados e aperfeiçoados e a própria CAPES deve passar por tais análises e reflexões, tanto interna quanto externamente. Também é importante destacar que a ABPHE não está reivindicando a revisão da nota conferida ao PPGHE/USP por não ser de sua atribuição, e sim, um direito/dever da coordenação, do corpo docente e discente do programa a partir de uma reflexão interna.

Estabelecido o que esta declaração não é, a ABPHE passa a prestar seu apoio e confiança ao PPGHE/USP pela sua contribuição ímpar para a consolidação da área de História Econômica no Brasil e da própria criação da ABPHE, em 1993, no I Congresso Brasileiro de História Econômica e 2ª Conferência Internacional de História de Empresas realizado nas dependências da USP. Ao longo de sua trajetória nossa instituição contou com expressiva participação dos professores e discentes do PPGHE/USP como associados, membros de sua diretoria, conselho de representantes e ainda editores de sua revista científica (História Econômica & História de Empresa, ISSN 1519-3314).

Diversos eventos científicos de nossa ABPHE foram organizados na USP. Além do I Congresso, mencionado acima, tivemos também o III Congresso Brasileiro de História Econômica e o IV Encontro de Pós-Graduação em História Econômica (2001 e 2012, respectivamente) e, ainda mais recentemente, o V Congresso Latino Americano de História Econômica (CLADHE V), em 2016, com a participação expressiva de mais de 400 pesquisadores do Brasil, América Latina e outras partes do mundo.  No último Congresso Brasileiro de História Econômica e Conferência Internacional de História de Empresas (XII Congresso e 13ª Conferência) realizado em Niterói em agosto de 2017, os professores e p& oacute;s-graduandos do PPGHE/USP tiveram participação expressiva com mais de 30 trabalhos de excelente nível acadêmico apresentados em um universo de cerca de 173 artigos, excluindo ainda os professores/pesquisadores oriundos da USP e que atuam em diversas instituições do país, formando novos pesquisadores na área e contribuindo para fortalecer a História Econômica.

Pelo exposto e sem esquecer a importância e contribuição de outros programas de pós-graduação que possuem linhas de pesquisa em História Econômica e que também foram avaliados pela CAPES – tendo suas notas mantidas, aumentadas ou diminuídas – a ABPHE declara a confiança de que o processo de análise e revisão pelo qual o PPGHE/USP está atualmente passando irá fortalecer o seu corpo docente e discente, sanando as eventuais falhas e fortalecendo a sua vocação para a reflexão crítica que sempre contribuiu e contribui para a compreensão de nossa realidade.

A  ABPHE, a sociedade brasileira e a própria CAPES só têm a ganhar com a excelência do PPGHE/USP entre nós!

 

Niterói, 03 de outubro de 2017

 

Diretoria e Conselho de Representantes da Associação Brasileira de História Econômica - ABPHE

MAIS NOTÍCIAS



Entre em contato conosco pelo e-mail: abphe1@gmail.com